jonas golfeto |

  • cinema
  • photography
  • courses
  • screenwriting
  • performing arts
retrato jonas golfeto

Curriculum

ATUALMENTE

Representante legal e diretor artístico da Aleph Cinema e Vídeo desde 2003.

Integrante do Grupo Fora do SériO como diretor na peça teatral “ferramentas da casa quebrada”

Professor de Fotografia da galeria Duda Ometto.

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Cursou Letras Português pela USP São Paulo.

FOTOGRAFIA

Série fotográfica – Isolamento Sócio Cultural – 2020

Projeto Vigília no Meio Fio – Série fotográfica em lightpainting de vigias noturnos – 2019.

Sério Fotográfica – O Sonho viaja de bonde – 2016-2017

Exposição Palácios Cariados – Ribeirão Preto SP – Realizado ao ar livre no calçadão da cidade com patrocínio do PROAC da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo – 2017.

Série Fotográfica – Síndrome do Petróleo – 2016

Série Fotográfica  – Fábulas – 2015-2016

Série Fotográfica  – UNporn ART – 2012-2014

CINEMA

Dirigiu e escreveu o curta em 35mm REPVBLICA (2003) – São Paulo –SP. GANHADOR DO PRÊMIO ESTÍMULO DE CURTAS METRAGENS – 2001.

Dirigiu e escreveu o curta documentário “Vigília no meio Fio” (2020 – Original Inédito) . GANHADOR DO PRÊMIO ESTÍMULO DE CURTAS METRAGENS -2018.

TEATRO

Direção da Peça Ferramentas da Casa Quebrada do Grupo Fora do SériO – 2018

Dramaturgo contemplado pelo Proac número 20/2019 para criação do texto teatral “A Forca da Meia Verdade”.

Artista-orientador integrante do PROGRAMA TEATRO VOCACIONAL ano de 2007 a 2011 -Núcleo de Direção e Dramaturgia do mesmo Projeto.

Artista-orientador integrante do projeto ADEMAR GUERRA ano de 2011.

Integrante da COMPANHIA LES COMMEDIENS TROPICALES de 2007 a 2015.

Integrante da COMPANHIA DOS DRAMTURGOS 2006-2007.

Integrante da Companhia do Feijão (2002-2005)

Curso de Preparação do Ator do CPT-SP (Centro de Pesquisa Teatral) coordenado por Antunes Filho (março a outubro de 2001.)

Atuação nas seguintes montagens:

O Pato Selvagem de Ibsen, Criação coletiva, pela COMPANHIA LES COMMEDIENS, janeiro e fevereiro de 2010.

2º D. Pedro 2º  Texto: Carlos Canhameiro, Criação coletiva , pela COMPANHIA LES COMMEDIENS, março a abril de 2009.

CHALAÇA, A PEÇA, Texto: Carlos Canhameiro, direção de Marcio Aurelio, pela COMPANHIA LES COMMEDIENS TROPICALES – São Paulo-SP – Julho de 2007.

MIRE VEJA texto e direção de Pedro Pires e Zernesto Pessoa, pela COMPANHIA DO FEIJÃO, São Paulo – SP 2002-2005.

My Works

%d blogueiros gostam disto: